Fifty Shades of Twilight

No mundo daqueles que usam a internet para algo além do que trabalho temos o apaixonante universo das fanfics, onde fandoms escrevem ou leem histórias de AU, cujos personagens são seus mimos favoritos da literatura ou até mesmo pessoas da vida real, como bandas, artistas e etc. 

Foi nesse meio que surgiu o novo Best-seller mundial: Cinquenta Tons de Cinza. A fanfic antes de se tornar livro chamava-se Master Of The Universe (MOTU) e a autora se autoidentificava como Snowqueens Icedragon, ou simplesmente “Icy”. 

Imagem 

Mas PERAI… Você já se perguntou o que são “Fanfics”, “AU” e “Fandom” (quem nunca?) ??? Nesse mundo onde nós, meros mortais, traçamos o futuro dos nossos queridos personagens, há terminologias que não acabam mais.

O tal “Fã-Clube” é coisa do passado. O termo agora é fandom, a junção de fan + kingdom (“reino dos fãs”, em português). Pois bem, quando o fandom decide escrever histórias baseadas em seus personagens prediletos, elas são chamadas de fanfics, ou seja, ficções (fic) criadas por fãs (fan). 

Se o enredo diverge muito do original, como Elena, de The Vampire Diaries, que após perder o namorado Stefan em um acidente de carro, se muda para Mystic Falls e conhece o encantador Damon, ou Bella, de Crepúsculo, jovem prostituta que se apaixona por um de seus clientes, Edward, as fanfics são chamadas de AU (alternative universe, em inglês). 

O site mais conhecido desse tipo de literatura (em minha opinião), é o fanfiction.net. As obras mais populares são de Harry Potter (600 mil), os mangá Naruto (306 mil) e Crepúsculo (200 mil). 

Foi em meados de 2009 que uma fã de Crepúsculo escreveu uma fanfic AU, repleta de sexo e dominação em que Bella, estudante de jornalismo se submete as “loucuras” sexuais de Edward, um playboy pra lá de milionário. 

Imagem

 

Após o sucesso na internet, os direitos autorais foram adquiridos pela editora britânica Vintage Books, sendo lançado no Brasil pela Intrínseca. “Icy” passou a assinar como E.L James. Sua obra foi traduzida para 37 idiomas e ocupa a pouco mais de seis semanas o primeiro lugar na lista dos mais vendidos no Brasil.

Imagem

 

Polêmico ou não, interessante ou não, Fifty Shades já vendeu milhões de exemplares e, é claro, criou seu próprio fandom. O romance entre Mr. Grey e Anastasia Steele vai virar filme, tendo seus direitos de adaptação para o cinema sido vendidos por 5 milhões de dólares.

 

Mrs. Skarsgård.

 

 

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 950 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: